São muitas as ocasiões onde precisamos ser criativos e não conseguimos nada. Seja para compor uma música, fazer um solo para guitarra, escrever a letra da sua canção ou o marketing da sua banda. E o que é pior, no final bate aquele sentimento de impotência e/ou frustração. Para evitar toda essa situação, segue abaixo algumas dicas rápidas para seu cérebro estar sempre em boa forma.

  • Saia da sua zona de conforto

Faça coisas que você não tem o costume de fazer. Atividades que você seja obrigado a pensar mais do que as que estão na sua rotina. Por exemplo, você só compõe na guitarra, tente compor em outro instrumento. Isso ajuda a manter o cérebro sempre ativo. Não se acomode com a rotina.

  • Saia e respire

O músico precisa saber o que está acontecendo no mundo e ao seu arredor. Grandes letras e composições vêm dai. Por exemplo, uma simples conversa com amigos, assistir um filme, ir ao teatro, etc, podem auxiliar bastante em crises de criatividade. Mesmo que não seja na sua área, uma pequena informação adquirida pode ser um gancho para algo maior. Portanto esteja aberto a ouvir e entender o que as pessoas ao seu redor estão lhe dizendo e fazendo, ou seja, faça parte do mundo em que vive.

  • Livre-se de todas as distrações

Vai escrever a melodia ou a letra da sua música? Desligue a música, saia do facebook, afaste-se da namorada, mãe, sobrinho, amigo, gato, cachorro, passarinho etc … hehe… Encontre um local onde você possa trabalhar sem atrapalhar ninguém e que você não seja atrapalhado de maneira alguma. Existem pessoas que conseguem realmente fazer muitas atividades ao mesmo tempo, mas isso é de cada um.

  • Procure uma referência

Na natureza nada se cria tudo se transforma. Acho super válido o conceito, pois a transformação pode se tornar uma criação. Quando trabalhar em um projeto ou ideia pesquise se alguém já fez, ou se fez parecido. Se já fez, o que você pode acrescentar de inovador? E como essa pessoa fez?  Se ninguém fez, busque estruturar para executar.

Um exemplo legal é a famosa música ‘Blackbird’ de Paul Mc Cartney que foi retirada da peça ‘Bourree’ para alaúde de Johann Sebastian Bach.

  • Busque estruturar para executar

Ideias que só ficam na sua mente, não são ideias. Na verdade não são nada se você não mostrar ao mundo. É muito complicado fazer um sonho virar realidade, às vezes o processo é lento, mas você precisa agir. Organize sua mente e pense o que é necessário para isso acontecer.  Enumere etapas e metas.

  • Estipule datas de entrega

Dê um compromisso para sua mente, o cérebro trabalha bem sobre pressão. Isso ajuda a ser mais claro e objetivo com os pensamentos. Não fique floreando muito, pois você tem data de entrega.

  • Faça esboços

Faça um rascunho da sua ideia. Se, por exemplo, for uma música que você compôs, grave uma guia simples no celular só para escutar e lembrar. Não fique esmerando detalhes, é apenas um esboço.

  • Guarde todas as etapas

Com essas guias feitas no celular, monte uma espécie de uma biblioteca, onde você possa arquivar tudo. Passados alguns meses volte e escute tudo que está nela. Assim você pode descobrir coisas que você achava que estava ruim, mas na real estavam boas.

  • Faça atividades físicas

Parece bobeira, mas atividade física dá um gás na criatividade, pois ajuda a oxigenar o cérebro.

  • Tenha paciência

Se por exemplo, uma letra da sua música não tá saindo, não adianta insistir. Vai fazer outra coisa, distraia sua mente. Em outro momento você retoma a ideia.

Se mesmo na retomada não rolar, não se frustre. Tente fazer aos poucos, trabalhe por partes diariamente. Talvez demore um pouco mais do que o planejado, mas você chega lá, é só ter paciência.

Escrito por Paulo Pollon (Músico, Empreendedor, Produtor e Proprietário do PSP ESTÚDIO)