Browsing Articles Written by

Tiago Pollon

Matérias

60th GRAMMY

2 de fevereiro de 2018 • By

grammy

60th GRAMMY

Dia 28 de janeiro de 2018 rolou a 60.a cerimônia do Grammy Awards, que é simplesmente a maior e mais importante premiação da indústria musical. Pela primeira vez em 15 anos fora de Los Angeles, a cerimônia foi realizada no Madison Square Garden em New York City.

A votação é feita pela The Recording Academy (NARAS) – Academia de gravação que premia as melhores gravações, composições e artistas do ano sem se importar com vendagem, popularidade e posição nas paradas de sucesso.

As categorias são separadas por áreas e gêneros musicais, podendo haver alguma modificação de acordo com o caminho da indústria fonográfica.  Separei para você todas as categorias e os vencedores do 60th Grammy, além de uma playlist que fiz apenas com os premiados.

Saca só:

Spotify.

 

iTunes

https://itunes.apple.com/br/playlist/60th-grammy-awards/pl.u-keLJCL0858x

 

GÊNEROS PRINCIPAIS

 

Record of the Year – 24K Magic – Bruno Mars

Álbum of the Year – 24K Magic – Bruno Mars

Song of the Year – That’s What I Like – Bruno Mars

Best New Artist  – Alessia Cara

 

GÊNEROS ESPECÍFICOS

 

POP

Best Pop Solo Performance – Shape of You – Ed Sheeran

Best Pop Duo/Group Performance– Feel It Steel – Portugal. The Man

Best Pop Vocal Álbum – Divide – Ed Sheeran

Best Traditional Pop Vocal Álbum – Tony Bennett Celebrates 90 – Various Artists

MÚSICA ELETRÔNICA

Best Dance Recording – Tonite – LCD Soundsystem

Best Dance/ Electronic Álbum3-D Catalogue – Kraftwerk

 

MÚSICA INSTRUMENTAL CONTEMPORÂNEA

Best Contemporary Instrumental Álbum – Prototype – Jeff Lorber Fusion

 

ROCK

Best Rock Performance – You Want It Darker – Leonard Cohen

Best Metal Performance – Sultan’s Curse – Mastodon

Best Rock Song – Run – Foo Fighters

Best Rock Álbum – A Deeper Undertanding – The War On Drugs

 

ALTERNATIVA

Best Alternative Music Álbum – Sleep Well Beast – The National

 

R&B

Best R&B Performance – That’s What I Like – Bruno Mars

Best Traditional R&B Performance – Redbone – Childish Gambino

Best R&B Song – That’s What I Like – Bruno Mars

Best Urban Contemporary Álbum – Starboy – The Weeknd

Best R&B Álbum – 24k Magic – Bruno Mars

 

RAP

Best Rap Performance – Hamble – Kendrick Lamar

Best Rap/Sung Performance – Loyalty – Kendrick Lamar featuring Rihana

Best Rap Song – Hamble – Kendrick Lamar

Best Rap Álbum – Damn. –Kendrick Lamar

 

COUNTRY

Best Country Solo Performance – Either Way – Chris Stapleton

Best Country Duo/Group Performance – Better Man – Little Big Town

Best Country Song – Broken Halos – Chris Stapleton

Best Country Álbum – From A Room Volume 1 – Chris Stapleton

 

NEW AGE

Best New Age Álbum – Dancing On Water

 

JAZZ

Best Improvised Jazz Solo – Miles Beyond – John McLaughlin

Best Jazz Vocal Álbum – Dreams And Daggers

Best Jazz Instrumental Álbum – Rebirth – Billy Childs

Best Large Jazz Ensemble Álbum – Bringin’It – Christian McBride Big Band

Best Latin Jazz Álbum – Jazz Tango – Pablo Ziegler Trio

 

GOSPEL/CRISTÃO

Best Gospel/Contemporary Christian Music Performance – Never Have To Be Alone – Cece Winans; Dwan Hill & Alvin Love III (Songwriters)

Best Contemporary Christian Music Song – What A Beautiful Name – Hillsong Workship; Ben Fielding & Brooke Ligertwood (Songwriters)

Best Gospel Álbum – Let Them Fall In Love – Cece Winans

Best Contemporary Christian Music Álbum – Chain Breaker – Zach Williams

Best Roots Gospel Álbum – Sing It Now: Songs Of Faith & Hope – Reba McEntired

 

MUSICA LATINA

Best Latin Pop Álbum – El Dorado – Shakira

Best Latin Rock, Urban or Alternative Álbum – Resident – Resident

Best Regional Mexican Álbum (Including Tejano) – Arriero Somos Versiones Acusticas – Ainda Cuevas

Best Tropical Latin Álbum – Salsa Big Band – Ruben Blades  Con Roberto Delgado & Orquestra

 

MUSICA DE RAIZ AMERICANA

Best American Roots Performance – Killer Diller Blues – Alabama Shakes

Best American Roots Song – If We Were Vampires – Jason Isbell and the 400 unit (Songwriter)

Best Americana Álbum – The Nashville Sound – Jason Isbell and the 400 unit

Best Bluegrass Álbum – Laws Of Gravity – The Infamous  Stringdusters

Best Traditional Blues Álbum – Blue & Lonesome – The Rolling Stones

Best Contemporary Blues Álbum – TajMo – Taj Mahal & Keb’ Mo’

Best Folk Álbum – Mental Illness – Aimee Mann

Best Regional Roots Music Álbum – Kalenda – Lost bayou Ramblers

REGGAE

Best Reggae Álbum – Stony Hill – Damian “Jr. Gong” Marley

 

WORLD

Best World Music Álbum – Shaka Zulu Revisited: 30th Anniversary Celebration – Ladysmith Black Mambazo

INFANTIL

Best Children’s Álbum – Feel What U Feel – Lisa Loeb

 

ALBUM FALADO

Best Spoken Word Álbum (Includes Poetry, Audio Books & Storytelling) – The Princess Diarist – Carrie Fisher

 

COMÉDIA

Best Comedy Álbum – The Age Of Spin & Deep In The Heart Of Texas – Dave Chappelle

 

TEATRO

Best Musical Theater Álbum – Dear Evan Hansen – Laura Dreyfuss, Mike Faist, Rachel Bay Jones, Kristolyn Lloyd, Michael Park, Ben Platt,Will Roland & Jennifer Laura Thompson, principal soloists; Pete Ganbarg, Alex Lacamoire, Stacey Mindich, Benj Pasek & Justin Paul, producers; Benj Pasek & Justin Paul, composers/lyricists (Original Broadway Cast Recording)

 

MUSICA PARA MÍDIA VISUAL

Best Compilation Soundtrack Álbum for Visual Media – La La Land – (Various Artists)

Best Score Soundtrack Álbum for Visual Media – La La Land – Justin Hurwitz, composer

Best Song Written for Visual Media – How Far I’ll Go – Lin-Manuel Miranda, songwriter (Auli’i Cravalho)

 

COMPOSIÇÃO

Best Instrumental Composition – Three Revolutions – Arturo O’Farrill, composer (Arturo O’Farrill & Chucho Valdés)

Best Arrangement, Instrumental Or A Cappella – Escapades For Alto Saxofone And The Orquestra From Catch Me If You Can – John Williams

Best Arrangement, Instruments And Vocals – Putin – Randy Newman

 

ARTE

Best Recording Package – Pure Comedy – Sasha Barr, Ed Steed & Josh Tillman, art directors (Father John Misty)

El Orisha De La Rosa – Carlos Dussan, Juliana Jaramillo, Juan Martinez & Claudio Roncoli, art directors (Magín Díaz)

Best Boxed or Special Limited Edition Package – The Voyager Golden Recorder: 40th Anniversary Edition

Best Álbum Notes – Live At The Whisky A Go Go: The Complete Recordings – Lynell George, album notes writer (Otis Redding)

Best Historical Álbum – Leonard Bernstain: The Composer – Robert Russ, compilation producer; Martin Kistner & Andreas K. Meyer, mastering engineers (Leonard Bernstein)

 

PRODUÇÃO/ENGENHARIA

Best Engineered Álbum, Non-Classical – 24k Magic – Serban Ghenea, John Hanes & Charles Moniz, engineers; Tom Coyne, mastering engineer (Bruno Mars)

Producer of the Year, Non-Classical – Greg Kurstin – • Concrete And Gold (Foo Fighters) (A) • Dear Life (Beck) (S) • Dusk Till Dawn (ZAYN Featuring Sia) (S) • LOVE. (Kendrick Lamar Featuring Zacari) (T) • Strangers (Halsey Featuring Lauren Jauregui) (T) • Wall Of Glass (Liam Gallagher) (S)

Best Remixed Recording – You Move (LaTroit Remix) – Dennis White, remixer (Depeche Mode)

Best Surround Sound Álbum – Early Americans – Jim Anderson, surround mix engineer; Darcy Proper, surround mastering engineer; Jim Anderson & Jane Ira Bloom, surround producers (Jane Ira Bloom)

Best Engineered Álbum, Classical – Shostakovich: Symphony No. 5; Barber: Adagio – Mark Donahue, engineer (Manfred Honeck & Pittsburgh Symphony Orchestra)

Producer of the Year, Classical – David Frost – • Alma Española (Isabel Leonard) • Amplified Soul (Gabriela Martinez) • Beethoven: Piano Sonatas, Vol. 6 (Jonathan Biss) • Bruckner: Symphony No. 9 (Riccardo Muti & Chicago Symphony Orchestra) • Garden Of Joys And Sorrows (Hat Trick Trio) • Laks: Chamber Works (ARC Ensemble) • Schoenberg, Adam: American Symphony; Finding Rothko; Picture Studies (Michael Stern & Kansas City Symphony) • Troika (Matt Haimovitz & Christopher O’Riley) • Verdi: Otello (Yannick Nézet-Séguin, Günther Groissböck, Željko Lu?i?, Dimitri Pittas, Aleksandrs Antonenko, Sonya Yoncheva, The Metropolitan Opera Orchestra & Chorus)

 

MUSICA CLÁSSICA

Best Orchestral Performance –  Shostakovich: Symphony No. 5; Barber: Adagio – Manfred Honeck, conductor (Pittsburgh Symphony Orchestra)

Best Opera Recording – Berg: Wozzeck – Hans Graf, conductor. Hans Graf & Brad Sayles, producers. Anne Schwanewilms & Roman Trekel, soloists (Chorus Of Students And Alumni, Shepherd School Of Music, Rice University & Houston Grand Opera Children’s Chorus; Houston Symphony)

Best Choral Performance – Bryars: The Fifth Century – Donald Nally, conductor (The Crossing; PRISM Quartet)

Best Chamber Music/Small Ensemble Performance – Death & The Maiden – Patricia Kopatchinskaja & The Saint Paul Chamber Orchestra

Best Classical Instrumental Solo – Transcendental – Daniil Trifonov

Best Classical Vocal Solo – Crazy Girl Crazy – Barbara Hannigan (Ludwig Orchestra)

Best Classical Compendium – Higdon: All Things Majestic, Viola Concerto & Oboe Concerto – Giancarlo Guerrero, conductor. Tim Handley, producer (James Button, Roberto Díaz & Nashville Symphony)

Best Classical Contemporary Composition – Viola Concerto – Jennifer Higdon, composer (Roberto Díaz, Giancarlo Guerrero & Nashville Symphony)

 

VIDEOCLIPE/FILME

Best Music Video – Humble- Kendrick Lamar

Best Music Film – The Defiant Ones – Various Artists

Deixe seu comentário dizendo se gostou ou não e se faltou alguma coisa.

Segue link também de uma playlist que fiz com todos vencedores desse ano.

 

Matérias

Conheça as categorias musicais e quem levou o Golden Globe em 2018

8 de janeiro de 2018 • By

golden-globes-awards-logo

No dia 07 de janeiro de 2017 rolou o 75th GoldenGlobe Awards que é um dos mais importantes prêmios da indústria do entretenimento entregue aos melhores profissionais do cinema e televisão, a cerimonia aconteceu no Hotel Beverly Hilton em L.A.
A votação é feita pelos 93 membros da HFPA – ‘Hollywood Foreigh Press Association‘ (Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood) e é um dos mais importantes prêmios para profissionais da industria dentro e fora dos Estados Unidos. Na área musical são duas categorias; ‘Melhor Trilha Sonora para Filme‘ e ‘Melhor Canção Original para Filme‘.

 

Melhor Trilha para Filme

the-shape-of-water-poster-copy

O prêmio de ‘Melhor Trilha para Filme‘ ficou para o compositor francês Alexandre Desplat para o filme ‘The Shape of Water’ – ele que já fez varias outras trilhas de sucesso como de Harry Poter, A Arvore da Vida, O Grande Hotel Budapeste, e muitos outros.

 

download (1)download

 

Melhor Canção Original para Filme

 

 

maxresdefault
O Prêmio de ‘Melhor Canção Original para Filme’ ficou para os compositores Benj Pasek e Justin Paul com a música ‘This is Me’ para o filme ‘The Greastest Showman’. Essa dupla de compositores americanos, Pasek e Paul são super requisitados na indústria fonográfica e suas composições estão focadas em musicais teatrais, entre seus trabalhos estão ‘Trolls’ e ‘La la land’.

download (2)

l_290515121015

.

.

.

.

Diz ai… Gostou?! Não Gostou?! Deixe aqui seu comentário e sugestões! Sua opinião é muito importante!

                               

por Tiago Pollon

Novidades

A REVOLUÇÃO DO JAZZ/ROCK INSTRUMENTAL

1 de agosto de 2016 • By

No final do mês de julho ocorreu o lançamento digital do álbum “Quadripolar” do guitarrista e compositor Tito Nobre. “Quadripolar” é um álbum de Jazz Rock Instrumental, mas que contêm 3 canções cantadas em inglês pelo guitarrista. São elas “Off The Lane”, “Close To You” e “The Seer”. O projeto foi mixado e masterizado no PSP ESTÚDIO e terá lançamento físico no segundo semestre de 2016, mas a versão digital você já encontra em todas as lojas virtuais como Itunes, Spotify, Rdio, etc.

Tito

Mais informações abaixo:

titonobre.com

Ouça o album no Spotify

https://open.spotify.com/artist/0EkFatXcGxlmPpgk8JDUKR

Cursos e Workshops

SAIBA COMO INGRESSAR NA UNIVERSIDADE DE MÚSICA

18 de julho de 2016 • By

CURSOS PREPARATÓRIOS PARA FACULDADE DE MÚSICA E CURSOS LIVRES

O curso preparatório destina-se para quem queira prestar vestibular em faculdades ou conservatórios. O aluno terá aula do instrumento escolhido e matérias teóricas de acordo com o programa da instituição.

Já o curso livre é destinado para quem queira iniciar ou se aprofundar em algum instrumento ou matéria especifica.

VIOLAO

 

Aulas:

  • Guitarra
  • Violão Popular
  • Violão Clássico
  • Contrabaixo Elétrico
  • Piano
  • Teoria e percepção Musical
  • Harmonia, Contraponto, Orquestração e pratica em leitura.

 

Para maiores informações sobre matrícula e formas de pagamento entre em contato conosco pelo telefone (11) 2408- 5282 ou pelo Whatsapp 9 7199 7906.

Matérias

PRENSAGEM OU DUPLICAÇÃO?

26 de janeiro de 2016 • By

IMG_4322-2

 

Sabendo a enorme quantidade de dúvidas sobre ambos, decidimos tentar explicar de modo objetivo e “enxugado” , o que diferencia cada procedimento.

Muitos se perguntam “prensagem ou duplicação?” quando mandam seu projeto para a fábrica. A partir daí, surgem várias dúvidas, mas afinal, qual a diferença desses dois métodos?

Após a masterização, que é o processo de criar uma “matriz”, o CD é mandado para a fábrica.

A prensagem é o processo de fabricar um CD a partir da matriz. Eles usam neste procedimento uma injeção de policarbonato que possibilita a melhor e mais segura gravação dos dados da matriz para o CD. Nesse processo a probabilidade de erro é quase zero.

A duplicação é o processo de duplicar a matriz digitalmente para um CD-R virgem, ou seja, uma cópia digitalizada, por isso  nesse processo a probabilidade de erro é maior.

Mas qual desses processos devo usar?

A prensagem é indicada para grandes tiragens e para ser destinado à venda.

Já a duplicação é usada para baixas tiragens ou tiragens de demonstração/ divulgação não devendo ser destinado à venda. Muitas lojas físicas de CD’s não aceitam CD’s duplicados por conta da probabilidade de erros nas mídias.

images (1)

Escrito por Tiago Pollon

(Produtor musical, Multi-instrumentista,

Empreendedor e Proprietário do PSP ESTÚDIO)

Novidades

Cantora Gospel Crys Vitta Lança seu novo single

2 de novembro de 2015 • By

” Brotou O Amor Em Mim” é o novo single da Cantora Crys Vitta lançado no final de Setembro de 2015 em parceria com o compositor Clayton Fontes.

O single foi gravado no PSP Estudio e a produção teve a participação da cantora Stephanie Klassa.

Segue Link do Youtube com o videoclipe da música “Brotou O Amor Em Mim”

Na mídia

RBN Notícias é parceria certa!

2 de novembro de 2015 • By

Equipe PSP teve o prazer de participar do programa RBN Notícias da Rádio Boa Nova de Guarulhos. Junto com nossa artista e amiga Stephanie Klassa, batemos um papo sobre música e carreira com o querido José Augusto Pinheiro. Obrigado a todos pela oportunidade maravilhosa!!!!

Matérias

Quem é Quem na Música

7 de julho de 2015 • By

IMG_4322-2

Quando ouvimos uma música na rádio, muitas vezes não nos damos conta de que existe toda uma equipe por trás dela.

São muitos os operários da música, saiba um pouco de cada função abaixo:

Compositor: A música nasce a partir dessa pessoa que teve a criatividade de criar melodias e/ou letras. Existem aqueles que compõem apenas letras, esses são os letristas.

Arranjador: O arranjador escolherá a instrumentação adequada para a composição e cria o que cada instrumento deve fazer.

Orquestrador: É um arranjador especializado em instrumentos de orquestra.

Maestro: Ele é quem vai comandar a orquestra e fazer todos tocarem juntos e de acordo com o que o orquestrador escreveu.

Músico: É aquele que vai tocar os instrumentos que serão gravados de acordo com o que o arranjador/orquestrador escreveu, sob a direção do produtor musical ou maestro. Muitas vezes uma banda contrata músicos adicionais, como músicos de orquestra, saxofonista, percussionista entre outros.

Intérprete: Também chamado de artista, é o encarregado de dar emoção e interpretação única, à música composta. Normalmente essa função fica a cargo do solista como a voz ou qualquer outro instrumento solo caso for música instrumental.

Engenheiro de áudio: Divide-se em:

Engenheiro de gravação: É aquele que vai gravar todos os músicos.

Engenheiro de mixagem: Vai organizar a gravação, equalizar, comprimir e colocar cada instrumento em seu volume ideal.

Engenheiro de Masterização: é o responsável por finalizar a música, dando acabamento final e fazendo a versão matriz para a prensagem em CD, Vinil ou versões digitais.

Produtor Musical: Vai dirigir e supervisionar o trabalho do arranjador, orquestrador, músicos, interprete e engenheiros de áudio. Para certificar que tudo está saindo como o planejado e dentro do orçamento estipulado.

Empresário: é o investidor e financiador do projeto, ele também é quem fará contato com as gravadoras e cuidará da agenda de shows.

Gravadora: É responsável pela divulgação e distribuição da música.

É claro que existe a possibilidade da soma de cargos, por exemplo, o interprete pode compor suas próprias músicas e gravar vários instrumentos ou até mesmo assumir a produção musical.

Nos artistas independentes isso é levado muitas vezes ao extremo, onde o próprio gerencia a sua carreira fazendo a agenda de shows, divulgação e distribuição de seus trabalhos.

Por Tiago Pollon –  Produtor musical e Proprietário do PSP Estúdio.